Por Rodrigo Santiago - Trainer e Meta-Coach pela Sociedade Internacional de Neurossemântica

Viciados em Companhia

Quem acompanha estes emails sabe que eu divulgo apenas meus próprios textos… Mas esse que recebi da Martha Medeiros é MUITO bom e retrata a situação de muitas pessoas. Dá uma reflexão e tanto. É de arrepiar:

Sozinho é uma coisa, solitário é outra. Sozinho é com, solitário é sem. Não confio no amor de quem não consegue ficar sozinho. Nunca foi ao cinema sozinho, nunca viajou sozinho, perambula pela rua feito um cão que se perdeu do dono. Sentar na lanchonete de uma livraria para tomar um cafezinho assemelha-se a uma catástrofe. Sua solidão lhe parece vergonhosa e indigesta, é evitada com o mesmo afinco com que evitaria a morte.

Para ele, qualquer parceria é melhor que nenhuma. Uma conversa enfadonha é melhor que o silêncio. Um chato é melhor que ninguém. É praticamente um viciado em companhia. E, como todo viciado, critério não é o seu forte. Não confio no amor de quem não se suporta. De quem telefona a fim de papo furado, de quem envia mensagens só para ouvir o sinal da chegada da resposta, de quem precisa se iludir de que não está só. Quem de nós não está só?

Uma manhã de frente para o mar, uma tarde com um livro, uma noite com um filme, três dias inteiros numa cidade estranha, uma rua que nunca foi atravessada, um museu com tempo livre à vontade, uma cama vazia – para ele, simulacros do inferno. Não confio no amor de quem não se entretém. De quem se desespera em frente ao espelho, de quem não consegue se maravilhar num jardim, de quem não viaja ao ouvir uma música, de quem não gosta de andar de ônibus enquanto aprecia a paisagem pela janela, de quem não se sente inteiro num trem.

Sozinho é uma coisa, solitário é outra. Sozinho é com, solitário é sem. Eu sozinha sou muitas. Sozinha, tem mais sabor minha comida, tem mais foco o meu olhar, tem mais profundezas o meu ser. Sozinha tem mais espaço minha liberdade, tem mais imaginação a minha fantasia, tem mais beleza a minha individualidade. Sozinha tem mais força o meu pensamento, mais inteireza a minha vontade. Não confio no amor de quem negocia sua autenticidade.

Como amar de verdade outro alguém, se não sabe de onde esse amor vem? Onde foi gerado, por que é necessário, que atributos ele contém? Amar é doar, não vem do doer. Amar é saber que aquele que a gente ama, se faltar, vai deixar saudade, mas não nos transformará num cadáver a vagar. Não confio em quem ama para ser um par, não confio em quem quer apenas se enquadrar, não confio em quem ama por não se tolerar.

Amar tem que ser extraordinário. Além do que já se tem. Se sozinho você não se tem, amar vira tubo de oxigênio, ânsia, invenção e enredo barato, perde a dignidade, o amor vira muleta e trucagem. Confio no amor de quem não precisa amar por sobrevivência, de quem se basta e mesmo assim é impelido a se dar, porque dar-se é excelência, não é mendicância. Não confio no amor de quem não se ama em primeira instância.

Zero Hora – 31/05/2015
(Martha Medeiros)

Gostou? Eu, pelo menos, AMEI.

Este final de semana estive em sala de aula, ministrando mais uma turma do Acessando Seu Gênio Pessoal, o treinamento de entrada na Sociedade Internacional de Neurossemântica, no INAp-RJ, um dos institutos mais influentes de Neurolinguística no Brasil.

A foto abaixo retrata a satisfação no rostinho de cada participante. É muito, muito gratificante receber uma turma e demonstrar ao vivo, em poucos minutos, ferramentas que podem transformar a vida de qualquer pessoa que assuma sua responsabilidade em mudá-la.


Tivemos alguns momentos simplesmente bárbarosdurante o treinamento! Por pelo menos três vezes, demonstramos ao vivo mudanças completas sobre desafios enormes que duravam décadas na vida de alguns participantes.

Isso mesmo: problemas que duravam pelo menos mais de dez anos resolvidos em vinte minutos, permanentemente. Um dos problemas era relacionado a foco, outro a depressão crônica e outro a maternidade.

Estas foram as mudanças que todos testemunharam em alguns alunos que se voluntariaram para demonstrar o exercício na frente de todos. As mudanças foram operadas de maneira compreensiva, passo-a-passo, e os alunos entenderam as relações de causa-e-efeito de como a mente humana cria este tipo de problema.

O AGP é recheado de processos bem documentados, científicos. E eu não estou contando com as dezenas de outras mudanças que os participantes ajudaram uns aos outros a operar, durante os momentos onde todos praticavam as técnicas que estavam sendo ensinadas.

Na Sociedade Internacional de Neurossemântica, nós desafiamos tudo o que se diz por aí a respeito do verdadeiro potencial de mudança do ser humano. Estas técnicas são a realidade de hoje. É um fato consumado, mesmo que os desesperançados não acreditem.

E você? Gostaria de transformar sua vida? Estou aqui para ajudá-lo com o uso de algumas das melhores ferramentas que conheço para que você também tenha mais do que deseja e verdadeiramente aspira.

Esta semana estarei entrevistando pessoas que gostariam de encarar um processo anual de transformação, onde eu irei atendê-las individualmente. Já recebi vários pedidos, e depois desses dias em sala de aula, está na hora de selecionar as pessoas que irão realizar uma transformação definitiva.

Se este texto da Martha Medeiros tocou você, talvez seja a hora de realizar um processo de coaching e mudar permanentemente. Que tal ser alguém muito mais feliz?

Algumas vagas já começaram a ser preenchidas. Se lhe interessar este tipo de acompanhamento individual, basta pedir sua sessão diagnóstica aqui:

Faça seu pedido de agendamento

Abraços fraternos,
Rodrigo.

Como faz pra falar com vc?

Como faz pra falar com vc?

Que tal recuperar o ânimo, fazer uma pausa para respirar e se concentrar no que você realmente, realmente quer pra sua vida, ao invés de deixar o mundo lhe tragar como uma maré intensa, contra a qual é difícil de nadar? Que tal você parar um tempo, se desligar de tudo, de trabalho, família, estresse e…Continue Lendo

Meu… Deus…

Meu… Deus…

Essa madrugada, fiquei muito surpreso… Preciso dividir isso com você e os outros leitores… O livro “Sobre os Campos de Arroz” chegou à quarta posição de livros de fantasia mais vendidos entre os ebooks da Amazon :-O Como assim?!??!?!? Ó aí em baixo: Alegria geral 🙂 🙂 Sinal de que a história é realmente importante…Continue Lendo

Como lidar com o julgamento de pessoas que amamos?

Como lidar com o julgamento de pessoas que amamos?

Depois de muito tempo sem enviar emails, tenho muitas excelentes notícias 🙂 A primeira: nesse período em que estive offline, coloquei mais de 80 vídeos com as típicas reflexões no youtube, vindas de histórias de atendimentos. Gostaria de recomendar esta aqui, para começar: Pervasividade em Relacionamentos Esta é uma breve conversa sobre como nós construímos…Continue Lendo

Decepcionado com o que pessoas importantes dizem?

Decepcionado com o que pessoas importantes dizem?

Viver em sociedade pode não ser fácil, algumas vezes… Na verdade, em alguns casos pode ser um saco! #quemnunca? O dia está lindo, você está alegre, cuidando das suas coisas como sempre… Resolve tomar um café pela manhã – em casa, ou no trabalho. Seu bom humor está #incrível. É aí que acontece. Sem mais,…Continue Lendo

Quem Amou Mais?

Quem Amou Mais?

Relacionamentos, às vezes, terminam. No ano passado, o meu terminou. Surpreendente? Sim, muito! Do “cair da ficha” até a decisão, foram apenas algumas semanas. Nem eu sabia que terminaria. Foram 8 anos dos quais não me arrependo. Tive muitas coisas boas. Mas houve um fim. Muitas pessoas, então, começam a saga pra saber “quem amou mais”.…Continue Lendo

Obrigado :-)

Obrigado :-)

Eu recebi muitas respostas completamente inesperadas da minha mensagem de ontem. A maioria dos leitores que responderam se mostraram preocupados comigo, achando que estou machucado, ferido, magoado… Desejando um bom recomeço, melhoras, uma boa recuperação etc. Nada melhor de se ler! Gratidão pura por essa energia boa! Os leitores desse blog são gente boa mesmo…Continue Lendo

Jorge Deve Ajudar

Primeiro, assista este vídeo: Depois, responda a seguinte pergunta: Quantas pessoas se tornaram “Oliveiras” somente porque antes eram “Jorges”? Resposta: muitas. No Brasil, nossa carga tributária é tão grande que somos todos Jorges, sendo massacrados pelo Estado até o ponto em que muitos se tornam Oliveiras.Continue Lendo

Grátis! 6 Livros Indispensáveis Para Empreendedores

Muitas pessoas que querem montar seus negócios enfrentam tremenda dificuldade. Não apenas por causa dos entraves burocráticos no Brasil (que são muitos mesmo), mas também pela falta de uma boa relação com o dinheiro e com o mercado. Vender não é bem visto por aqui, e o capitalismo é tido como o “vilão da história”. Como…Continue Lendo

Desaprenda o Seu Desespero

Se você acreditar que seu sucesso depende do governo, adivinha… Você está F*****… É necessário tomar consciência de que governo é a mesma coisa que descaso no Brasil. Precisamos aprender a empreender, precisamos nos unir fora dos círculos políticos. Usar o jogo do governo para vencer o governo é a mesma coisa que nada. Não…Continue Lendo